JULIÃO SARMENTO

1948 · Lisboa

Julião Sarmento estudou pintura e arquitetura entre 1967 e 1974 na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, após o que desenvolveu uma linguagem visual multimédia que combina filme, vídeo, som, pintura, escultura e instalação. Desde 1972 Sarmento tem exposto amplamente um pouco por todo o mundo. Em 1997 representou Portugal na 46ª Bienal de Veneza. O seu trabalho foi apresentado em duas edições da Documenta, Kassel e em três Bienais de Veneza. Está representado em numerosas coleções públicas e privadas internacionais, entre as quais se destacam: o Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Washington, D.C.; o San Francisco Museum of Modern Art; o Solomon R. Guggenheim Museum, Nova Iorque; o MoMA — Museum of Modern Art, Nova Iorque; o Musée national d’art moderne — Centre Pompidou, Paris; a Tate Modern, Londres; o Van Abbemuseum, Eindhoven; o Hara Museum of Contemporary Art, Tóquio; e o Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madrid. Em 2012, a obra de Julião Sarmento foi objeto de uma extensa exposição retrospetiva intitulada White Nights no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto. Julião Sarmento vive e trabalha em Portugal.

Website