artista nomeado por Elise Atangana


Tiphaine Calmettes

1988 · Île-de-France, França

Da paisagem à arquitetura, do físico ao mental, Tiphaine Calmettes oferece-nos uma reflexão sobre a relação entre o natural e o artificial. Questionando a nossa experiência da matéria sensível e da matéria viva, Calmettes entrega-se a novas formas de ritual para recordar o que foi esquecido. Materiais artificiais são invadidos pelo desenvolvimento fértil de organismos naturais: musgo, líquenes, plantas ou aromáticas. Entre a simbiose de elementos e crenças ancestrais, o seu trabalho questiona a nossa relação com a energia e a natureza numa perspetiva de partilha e sociabilidade. Calmettes licenciou-se em 2013 pela École Nationale Supérieure d’Art de Bourges. O seu trabalho foi apresentado, entre outros, nos seguintes locais: 61º Salon de Montrouge; Phoenix, Bratislava; Centre Pompidou, Paris; e La Galerie, Noisy-le-Sec.

Website
© Julien Duc-Maugé