artista nomeado por CLAIRE TANCONS


Zarina Muhammad

1982 · Singapura

A prática artística de Zarina Muhammad está estreitamente entrelaçada com uma reavaliação crítica das histórias orais, da literatura etnográfica e outros relatos historiográficos sobre o Sudeste Asiático. Trabalhando nas interseções entre performance, instalação, texto, ritual, imagem em movimento e cheiro, a artista está interessada nos contextos alargados de mitificação, magia ritualista e arquétipos intercambiáveis baseados no género. Na última década, Muhammad tem desenvolvido um projeto multidisciplinar sobre a relação provisória do Sudeste Asiático com o oculto, a magia, o misticismo e o imaterial em contraste com as dinâmicas da modernidade global. As suas exposições recentes incluem: The President’s Young Talents 2018, Singapore Art Museum, Singapura, e Stories We Tell to Scare Ourselves With, MOCA Taipei. Apresentou iterações das suas performances-leituras nos seguintes locais: Institute of Contemporary Art, Singapura; NTU Centre of Contemporary Art, Singapura; Objectifs – Centre for Photography and Film, Singapura; Indonesia Contemporary Art Network, Yogyakarta; e, mais recentemente, no Museum of Contemporary Art, Taipei.

© Singapore Art Museum